Todo dono de gato deve saber o que é PIF !

susto

 

A Peritonite Infecciosa Felina é uma doença contagiosa que não tem cura e evolui para morte sempre. A prevenção é fundamental !

A PIF é causada por um vírus (coronavírus). Infecta gatos de 3 meses a 3 anos, gatos idosos e imunossuprimidos (defesas baixas). O contágio ocorre por contato direto com gatos infectados, através das fezes, urina e saliva, sendo que a maior quantidade de vírus é eliminada pelas fezes, portanto, as caixas sanitárias são uma fonte importante de contágio.

Nem todos os gatos que estão com o coronavírus ou que estiveram em contato com gatos doentes desenvolverão a doença, mas, infelizmente, os gatos que adoecem evoluem para óbito em 100% dos casos. Não existe tratamento efetivo.

O controle da doença é extremamente difícil, principalmente em locais com muitos animais, onde potes de comida e bacias sanitárias são utilizados por todos. Nestes locais o stress é outro fator importante, devido a grande quantidade de animais, o que contribui para a baixa da imunidade e consequentemente deixa o organismo mais sensível a infecções.

O gato é um animal estressado por natureza, qualquer situação que mude a sua rotina causa stress e afeta o seu sistema imunológico, baixando suas defesas. Gatos gostam de tudo igual todos os dias, não gostam de conviver com outros animais, eles adotam os humanos como seus e dedicam a eles toda a sua atenção, mas cobram o mesmo.

Gatos de raças puras são mais sensíveis à doença.

A transmissão também pode ocorrer da mãe para os filhotes durante a gestação ou amamentação.

O vírus é facilmente inativado com desinfetantes comuns, mas pode permanecer no ambiente por várias semanas, caso a desinfecção não seja feita de forma efetiva.

Existem duas formas de PIF: a forma efusiva (úmida), onde os gatos apresentam aumento de volume abdominal, ascite (barriga da água) e/ou líquido na cavidade toráxica e a não efusiva (seca), onde os sintomas não são muito evidentes. O que determina a forma que o gato vai apresentar é a resposta do sistema imunológico. Os sintomas podem levar algum tempo para aparecer e são pouco específicos, desidratação, falta de apetite, febre, perda de peso, acúmulo de líquidos em cavidades, dificuldade para respirar, anemia, mucosa e pele amarelada, lesões oftálmicas, (muito importante), a PIF é a principal causa de uveíte (inflamação da cavidade anterior do olho, foto) em gatos. Os gatos também podem apresentar sintomas neurológicos, como incoordenação, convulsão, paralisia entre outros.

uveitis2

 Gato com uveíte (Agradeço a John Mould por esta fotografia)

O diagnóstico é complicado, baseado no histórico e exames laboratoriais e de imagem, não há um diagnóstico definitivo, somente através da necropsia. O fato de um gato ter o coronavírus não significa que ele vai ter PIF, porque o vírus da doença é uma mutação do coronavírus intestinal, esta é a dificuldade maior do diagnóstico.

O tratamento é paliativo na tentativa de reduzir a velocidade de progressão da doença e dar um pouco de qualidade de vida, mas infelizmente os gatos que desenvolvem sintomas evoluem todos para óbito.

Quando se trata de PIF a prevenção é tudo, é a única forma de combater esta doença terrível. Um grande desafio em gatis e abrigos, uma missão quase impossível, mas necessária. Não deixe o seu gato ter contato com gatos desconhecidos e antes de introduzir um novo gato no ambiente, consulte, faça exames, isole, faça a quarentena, isto pode ser a diferença entre a vida e a morte.

 

 

2 Comments

  • Célia Duque Posted 28 de fevereiro de 2016 5:41 pm

    Por favor……existem diversas cepas de coronavirus. A não ser q se mantenha o gato em uma redoma de vidro , não há como mante-lo longe por toda sua vida de Coronavirus. A grande maioria dos gatos tem Coronavirus. A crença errada de que é o corona o causador da PIF já levou muitos gatos à morte por sugestão do veterinário. O causador da PIF é o virus mutado: FIPV. Quem faz a mutação do coronavirus entérico para o virus da PIF são apenas os gatos que possuem tendencia genética para tal. Um gato com PIF pode conviver com outros e isso não vai levar esses gatos à morte a não ser que sejam geneticamente propensos .

    Responder
    • caoecia petshop Posted 29 de fevereiro de 2016 11:12 am

      Bom dia Célia. Você tem razão, mas é muito arriscado deixar um gato com PIF, não estou falando de gatos que apresentam coronavírus, mas de gatos com sintomatologia de PIF, conviver com outros gatos, mesmo sabendo que apenas 30% desenvolvem a doença. Sacrificar um gato coronavírus positivo é no mínimo absurdo.

      Responder

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com