O SEU GATO É GORDO! CUIDADO COM A LIPIDOSE HEPÁTICA!

O SEU GATO É GORDO! CUIDADO COM A LIPIDOSE HEPÁTICA!
O SEU GATO É GORDO! CUIDADO COM A LIPIDOSE HEPÁTICA!

          A Lipidose Hepática Felina é uma das doenças mais comuns que acometem o fígado dos felinos, é caracterizada pelo acúmulo de gordura no fígado. Isto ocorre quando o gato pára de comer ou come quantidades muito pequenas, por períodos maiores que 5 dias, com isto, o organismo começa a metabolizar a gordura corporal, levando a um acúmulo no fígado.

          O fígado é um órgão com importantes funções no metabolismo de proteínas, carboidratos e lipídeos (gordura). A lipidose hepática ocorre quando a quantidade de lipídeos excede a capacidade normal de metabolização dos hepatócitos, que são as células hepáticas, promovendo a sobrecarga. Existem vários fatores que podem promover esta sobrecarga. Classificamos em Lipidose Hepática Primária e a Lipidose Hepática Secundária.

A Lipidose Hepática Primária normalmente ocorre em gatos obesos, que passaram por estresse crônico ou que passaram por longos períodos de jejum.

  • Devido ao estresse crônico, ocorre uma diminuição nos níveis de glicose  no sangue, com consequente diminuição na produção de insulina  e um aumento na produção dos níveis de glucagon, com isto dá-se início a um processo de lipólise periférica (metabolização da gordura corporal), havendo a liberação de ácidos graxos na corrente sanguínea até chegar ao fígado e ser metabolizado e armazenado como triglicerídeos a fim de suprir a necessidade energética do animal.
  • Quando o gato passa por períodos de jejum prolongado, o metabolismo dos ácidos graxos podem sofrer alterações devido a algumas causas como; o consumo inadequado de aminoácidos essenciais para o gato, como a taurina e arginina, estes aminoácidos estão diretamente relacionados ao metabolismo de triglicerídeos e a sua falta leva ao acúmulo de gordura nas células do fígado. A deficiência de outros aminoácidos como a metionina e lisina também ajuda, pois estes estão diretamente relacionados a produção de carnitina, que é responsável pela oxidação dos ácidos graxos presentes no fígado.

A Lipidose Hepática Secundária pode ser provocada por várias condições patológicas que promovem o acúmulo de gordura nas células do fígado, estes acúmulos normalmente estão associados a outras doenças sistêmicas endócrinas e não endócrinas que estão diretamente relacionadas ao metabolismo dos lipídeos:

  • Hipotireoidismo
  • Hipertireoidismo
  • Diabetes
  • Pancreatite
  • Infecções
  • Obesidade
  • Cardiopatias ou doenças do coração

Sintomas

  • Perda de peso
  • Vômitos
  • Constipação ou diarreia
  • Palidez
  • Icterícia (pele e mucosas amarelas)
  • Abatimento
  • Falta de apetite
  • Em estágios mais avançados, demência, perda da visão e coma

Diagnóstico

          Realizado através da história clínica, exame clínico, exames laboratoriais e ultrassonografia. 

Prognóstico

         Bom quando o felino é identificado precocemente, caso contrário, pode levar a óbito em curto período de tempo. 

Tratamento

          Exige grande comprometimento do veterinário e do proprietário. Baseado principalmente em suporte nutricional e correção da desidratação e do equilíbrio eletrolítico. A dieta deve ser balanceada, rica em proteínas, gorduras e pobre em carboidratos. A fluido terapia (soro) é extremamente benéfica. Uso de medicamentos para controlar alguns sintomas, como o vômito, anemia e falta de apetite. Os gatos apresentam melhora clínica em 3 a 6 semanas, portanto, a persistência e comprometimento do proprietário são fundamentais. 

Dica de Saúde

          Tenha o hábito de pesar o seu gato a cada 15 ou 30 dias, principalmente se tiver mais que um. Pese com balança de precisão, que mostra gramas, alterações significativas no peso (perda ou ganho de mais de 300 g para gatos adultos) deve servir de alerta.

           Somente donos muito atentos percebem quando seus gatos estão doentes, porque eles são muito sutis nos sintomas, muitas vezes, só são percebidos em estados mais avançados da doença. Quando se trata de lipidose, o diagnóstico precoce é muito importante, significa vida ou morte. 

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com