O SEU CÃO FICA ENGASGADO, SUFOCADO ÀS VEZES ? ELE PODE TER ESPIRRO REVERSO.

Posted by | Posted in Geral | Posted on 26-10-2012

79

ESPIRRO REVERSO

CÃO ENGASGADO? CÃO SUFOCADO?

Não, é o ESPIRRO REVERSO!
Algumas raças de cães são mais acometidas, principalmente Chihuahuas, Pomerâneos, Shih Tzus, Lhasa Apsos, Poodles (principalmente os toys), whippets e Yorkshires. Em função desta maior incidência nestas raças, suspeita-se da participação de um fator genético envolvido no quadro.

Quais são os sinais?
Com o espirro reverso a faringe(nas costas da garganta) apresenta espasmos. O cão encontra dificuldade em puxar o ar durante o espasmo, faz inspirações rápidas, fica parado,com que o pescoço esticado, afasta as patas dianteiras aumentando o ângulo e produzindo um ronco, uma respiração dificultosa , um resfolegar que muitas vezes resulta na impressão de que o cão está engasgado ou prestes a morrer! Freqüentemente os olhos se esbugalham. O espasmo cessa quando o cão faz o movimento de engolir. Fechar os orifícios nasais com os dedos e friccionar gentilmente o pescoço por alguns segundos faz com que o cão tome um fôlego pela boca resolvendo o problema. Filhotes podem apresentar o espirro reverso mas é durante a adolecência tardia que costumam aparecer os primeiros episódios. As causas ainda não foram elucidadas mas podem estar relacionadas a uma irritação no palato mole e garganta , causando o quadro de espasmos que assustam muitos cuidadores. Qualquer coisa que irrite a garganta pode causar o espasmo como excitação, comidas e bebidas, excesso de exercícios ou intolerância a eles, tração na coleira durante os passeios, pólen, corpos estranhos na garganta, perfumes, vírus, produtos químicos usados na casa e no canil, alergias, etc. Se o problema for identificado, afastá-lo dele muitas vezes resolve parcial ou totalmente o problema. Cães braquicefálicos como pugs e boxers, que apresentam o focinho achatado são muito afetados, mas no caso destas raças deve-se tomar cuidados redobrados pois há relatos científicos de alterações cardíacas secundárias ao espirro reverso.
Alguns cães apresentam estes episódios por toda a vida, outros desenvolvem episódios esporádicos e temporários que se resolvem por si só e outros ainda podem apresentá-los uma única vez e nunca mais.

O QUE EU FAÇO?
Fique calmo e proceda como o explicado (veja o filme). Em poucos segundos ou 1 ou 2 minutos, o episódio vai cessar. O espirro reverso é um fenômeno inofensivo, que quando diagnosticado por um veterinário e após uma avaliação clínica criteriosa, excluindo-se alterações cardíacas, convulsões, engasgos, estenose traqueal e etc., pode ser encarado como um fenômeno normal naquele indivíduo, sem necessidade de tratamento medicamentoso agressivo (corticóides e anti-inflamatórios).

COMO DIFERENCIAR DE UMA ESTENOSE DE TRAQUÉIA?

A traquéia é uma importante estrutura que conecta a garganta com os pulmões. É composta de 35 a 45 aneis de cartilagem unidos por músculos e ligamentos criando uma estrutura tubular. A utilidade deste tubo é a de direcionar ar ao trato respiratório.
Quando os anéis traqueais rebaixam ou achatam-se do topo em direção a parte inferior, a traquéia é dita “colapsada”. Uma rápida inalação do ar pode causar este achatamento traqueal e dificultar a entrada do ar nos pulmões, com uma espécie de movimento de sucção muito vigoroso.
O colapso de traquéia pode ser confundido com o espirro reverso ou vice e versa, mas já requer uma atenção maior pois nesse cãs sim o animal pode parar de respirar por sufocação e morrer. Não se conhece precisamente como esta condição se desenvolve. De qualquer forma, sabemos que estes cães apresentam uma anormalidade na conformação química e/ou física dos anéis traqueais. Os anéis perdem sua rigidez e tornam-se inábeis em manter seu formato circular.
O sinal mais comum do colapso traqueal é o quadro de tosse crônica que pode ou não estar relacionado a alterações cardíacas. Este quadro é freqüentemente descrito como seco ou áspero e pode transformar-se em inquietação pronunciada. Os termos “grasnado de ganso” ou tosse de comprida ou ainda tosse de cachorro podem ser usados para descrever o quadro. A tosse é comumente pior durante o dia quando o animal está mais ativo e menos intensa a noite quando o animal está em repouso (diferente da tosse dos canis quando ela piora durante a noite). A tosse pode iniciar-se devido a excitação, pressão traqueal (coleira) ou por comer ou beber.

VAMOS DIFERENCIAR OS DOIS EPISÓDIOS?

Se o episódio criar sons quando excitado ou depois de comer ou beber, ou ainda abrir os membros anteriores e estender o pescoço e arfar com um rítmico Snork! Snork! Snork!, como se estivesse morrendo ou agonizando,tenha certeza que está diante do ESPIRRO REVERSO. Se a respiração através da boca emitir um ruído estridente ou se há tosse reflexiva após tocar sutilmente seu pescoço, podemos estar diante de um COLAPSO DE TRAQUÉIA. Se a tosse é de uma ou duas explosões aparentes (forçando a traquéia a abrir-se) como um engasgo ou mímica de vômito no final, pode ser um colapso traqueal ou ainda um quadro de tosse dos canis.
Se você suspeita de colapso de taqueia ou esta confuso quanto a diferença entre os dois quadros, leve seu cão ao veterinário. Se o diagnóstico for de ESPIRRO REVERSO, você vai ter que acostumar-se com os episódios e não se desesperar!

GATO TAMBÉM TEM?
Sim, mas muito menos! Nese caso pode ser confundido com a asma felina, essa sim muito mais frequente. No caso da asma o tratamento é muito mais complexo
(acesse: http://www.veterinarypartner.com/Content.plx?P=A&A=665&S=0&EVetID=0).

BIBLIOGRAFIA:

http://www.papillonclub.org/Education/trachea.htm

http://cantodosbichos.blogspot.com/2009/02/que-barulho-e-esse-espirro-reverso.html

VÍDEO:

 

Comentários (79)

Bom dia!!!
Parabens pelo site!!

O espirro reverso, pelo que lí no site, pode acontecer a qualquer hora do dia certo? Existe outro problema que pode ter o sintoma parecido? recolhi da rua, uma cadelinha ainda bebê, está hoje com 1 ano e 3 meses, e desde pequena ela apresenta sintomas identicos ao espirro reverso com uma caracteristica que tem chamado minha atenção: é sempre a noite!!
reparei que quando está frio, as crises parecem ser piores, sempre acordo de madrugada com o barulho.. como se ela tivesse sem ar… depois volta ao normal e ela dorme de novo… o veterinário disse que é normal, pois ela é muito agitada, que deve comer alguma besteira e engasgar… mas nao acho que seja isso.

Boa noite Sabrina. O espirro reverso pode ser desencadeado por um estímulo, um cheiro por exemplo. O frio resseca as vias respiratórias pode servir de estímulo. Na dúvida o melhor a fazer é investigar. Um raio X de tórax e vias aéreas superiores pode descartar causas cardíacas e respiratórias. Converse com o seu veterinário.

Olá, tenho uma poodle micro toy, ela tem só 45 dias e pesa 500g. Já dei a primeira vacina e dei o vermífugo ontem pela segunda vez. Ela só tem cinco dias que está comigo. Sempre apresenta tipo um engasgo e ao final tosse abrindo a boca. pensei que fosse verme mas, agora está apresentando frequentemente. Por gentileza, pode ser espirro reverso pois ela por ainda ser muito pequena se movimenta pouco e isto está ocorrendo mais quando ela está deitada mas, percebo que ela estende a cabeça fora da caminha. Desde já agradeço.

Bom dia Claire. Engasgos com tentativa de vômito ao final é muito característico de verminose, principalmente em filhotes, como você está com ela somente há 5 dias, consideramos que ela tenha tomado somente uma dose de vermifugo, a que você deu. O vermifugo deve ser de boa qualidade (drontal puppy, Basken suspensão), dose correta de acordo com o peso. Repita o vermifugo com 15 dias. Portanto, isto não é espirro reverso. Caso ela não apresente melhora após a primeira dose de vermifugo ou esteja abatida, com falta de apetite, leve imediatamente para consulta. Muito cuidado quando for administrar medicamento líquido para filhotes, administre com uma seringa sem agulha, devagar, com muito cuidado, pois pode ocorrer falsa via, o medicamento pode ir para o pulmão e levar a um quadro muito grave.

Olá. Tenho 1 cãozinho muito lindo o Ramon. Nasceu em casa mas a mãezinha dele veio da eua já prenha cheia de carrapatos e vermes. Eu não percebi a ela estava orenha e vermifuguei e em duas semanas ele nasceu. Foram 7 e só ele sobreviveu. Fiz tudo. Vacinei ele conforme prescrito pelo vet, vermifuguei, enfim. A mãe dele já teve esse episódio conforme o vídeo mas ele o filho começou com um barulho estranho ele parece q vai engasgar e no final faz um barulho como se estivesse tentando espelir algo mas nada sai. Hoje ele tem 2 anos, os episódios são geralmente a noite. Ele é ativo,brinca muito com a bolinha,corre no quintal e come bem. Inclusive sou adepta da comida natural. Faço em casa sem sal nem cebola nem condimentos somente as proteínas,legumes e o arroz. Pode ser a alimentação? Como a mãe apresentou um quadro pensei q fosse hereditário. Vc pode me esclarecer? Grata.

Bom dia Rúbia. Estes engasgos com tentativas de vômitos no final é bem característico de algumas verminoses. Alguns vermes fazem um ciclo onde passam pela garganta antes de voltarem ao intestino e isto provoca os engasgos. Aconselho você a dar vermífugo novamente, pese e utilize um vermífugo de boa qualidade (drontal plus é muito bom) de acordo com o peso, uma dose e com 15 a 21 dias repete. Dê o vermífugo para todos os animais que convivem. Caso continue com sintomas, consulte, para fazer uma avaliação mais aprofundada, pois, problemas cardíacos também podem causar estes engasgos, mesmo em cães jovens se o problema for hereditário.

Olá. Comprei hj o Dontral e vou administrar. Daqui 15 dias vou repetir a dose e te informo o resultado. Agradeço a atenção. Sei q é fora do assunto mas como eu mesma faço a alimentação deles gostaria de saber o que mais posso colocar na comida. Geralmente coloco cenoura,uma carne,arroz e água do cozimento de ossos bovinos que fica enriquecida com o tutano. Devo acrescentar algo mais? Grata.

Boa noite Rúbia. Fornecer comida caseira para cães é muito complicado, dificilmente será uma dieta nutricionalmente completa. As rações sempre são a melhor opção, as super premium são as melhores e mais completas, feitas com produtos selecionados e elaboradas de acordo com a real necessidade do animal. Difícil elaborar uma dieta caseira completa, somente um nutricionista seria capaz disto. Uma dieta incompleta pode, com o passar do tempo, trazer sérios problemas saúde.

tenho uma labrador fêmea, e ela tem o sintoma igual ao primeiro vídeo, desde pequenininha isso ocorre, mas não era frequente como hoje. Estamos morando numa nova casa e o quintal não é cimentado e tem muita poeira, isso pode tá causando esse sintoma?

obrigada,

Bom dia Priscila. Pode sim, o espirro reverso pode ser desencadeado por estímulos externos, poeira é um deles. Mas aconselho você a consultar para descartar outras causas de problemas respiratórios e se necessário fazer um raio x das vias aéras.

Olá, eu tenho uma yorkshire de 4 meses, e ela vem apresentando o comportamento igual do video três dias seguidos, li que vocês dizem que é periódico, mas ela faz isso em duas e duas horas durante esses três dias, as vezes acontece o ” espirro ” mais de 6 vezes por hora… Eu sofro vendo ela desse jeito, mas ela fica normal depois desses episódios, brinca, corre, quer sempre colo, o que me dá mais dó rsrs, me ajude ae cão e cia, obrigado!

Bom dia Renan. Leve para consultar, um exame detalhado da cavidade oral deve ser feito e possíveis exames de imagem para descartar outras causas. Fístulas na cavidade oral (improvável, mas deve ser descartada pelo exame clínico), estreitamento de traquéia pode dificultar a respiração. Outra possibilidade são inflamações gengivais devido a troca da dentição, que podem gerar estímulos e desencadear as crises, o filhote troca a dentição entre 4 e 5 meses.

Olá,

Hoje levei a Filó na Dra médica, porque esses espamos pioraram junto com a diarréia, foi feito exame da sangue nela ( resultado só sai na segunda, por causa da merda do carnaval ), no exame físico a Dra relatou que o abdômen dela estava um pouco destendido, que para ela confirmava uma hipótese de enterite, causada por uma parasitose (giardia), porém não ficou bem claro para mim sobre o porque dessa sensação de engasgo que ela tem que confusamente se parece com uma tosse, gostaria da sua opinião quanto a isso, levando em conta sua experiência, caso seja uma parasitose, pode ser um verme cujo parte do seu ciclo passe pelo sistema respiratório????? Será que isso explicaria essa “tosse”? Por favor me ajude, desde já nós te agradecemos.

Obrigado pela resposta dada a minha pergunta anterior

Bom dia Renan. Engasgos podem ocorrer em diversas doenças, mas eles podem ser confundidos com tosse que também podem ocorrer em outras enfermidades. Existem alguns parasitas que fazem um ciclo onde passam sim pela garganta, levando ao engasgo. A tosse também pode ocorrer em várias doenças, mas associada a enterite, algumas devem ser excluídas, principalmente as hemoparasitoses e viroses. Com certeza, o exame de sangue vai ser muito importante e caso ele não seja diagnóstico, alguns exames específicos podem ser feitos, com certeza sua veterinária vai fazer todos os exames necessários para o diagnóstico.

Boa noite,

Essa madrugada o Filó claramente tossiu, mas foi a madrugada inteira! Ficamos muito preocupados e assim quando a médica dela chegou no consultório a levei para ser consultada, graças a Deus ela tossiu na frente da médica, coitada senti uma dó dela, não descansou a noite inteira (ela tossia de se engasgar), a médica passou raio x de traquéia, esôfago e tórax e colocou no encaminhamento assim :

Sc:
- Corpo estranho?
- Desvio?
- traqueobronquite?

Assim quando a Filó foi examinado e ela passou o raio x, foi aplicado um corticoide no músculo dela, o que fez ela melhorar quase 85%, ela tem tossido menos, como já tinha falado o problema daqui é o carnaval, tudo completamente tudo não funciona, um desrespeito conosco. Mas voltando a falar da Filó, a Dra passou Doxy suspensão, dar 1,5 ml via oral, a cada 12 hrs por 15 dias, Predsim dar 0,5 ml via oral, a cada 12 hrs durante 7 dias, e a dieta pra ela não comer nada duro. (O raio x vai ser tirado amanhã de manhã cedo, infelizmente sem o laudo por causa do carnaval, parece até brincadeira).

Muito obrigado pela atenção, por me responder sempre, e estou sempre mandando mensagem pra manter atualizado sobre o bem estar da minha “filha”.
Obrigado!

Olá! Tenho um Spitz Anão, essa noite ele acordou tendo um espasmo deste do vídeo, ele está tomando remédio para doença do carrapato e coleira contra pulgas e carrapatos, a coleira não está apertada, mas será que o cheiro do veneno da coleira, pode ter desencadeado essa tosse? Tem uns quinze dias que ele está usando a coleira, e apresentou esta sintomas hoje. E os remédios que ele estará tomando são; Label, Doxy e Glicopan Pet. Obrigado pela ajuda.

Boa tarde Marcelo. Acredito que não tenha relação com a coleira. Muitas vezes a doença do carrapato causa tosse, mas não o espirro reverso. Mas de qualquer forma o espirro reverso é desencadeado por estímulos, se a coleira apresenta cheiro forte, não podemos descartar totalmente. Observe, caso aumente a frequência, retire a coleira por alguns dias e avalie se diminuiu.

Obrigado pela atenção Caoecia, pois li alguns artigos, que dizem que o espirro reverso, podem ser causados por venenos também. Bom! Não estou duvidando da vossa palavra, pois o que me dissestes, realmente tem muito a ver. Vou fazer este teste de, retirar a coleira por alguns dias e ver se noto melhoras em seu quadro. De anti mão, agradeço a atenção dispensada. Muitíssimo obrigado, e no mais, retornarei para ver se obtivemos algum sucesso.

Boa noite Marcelo. Qualquer cheiro pode iniciar um estímulo para o espirro reverso. Disse que existia a possibilidade mas seria improvável devido ao tempo que ela já estava com a coleira sem apresentar o espirro, mas em alguns casos há um período de sensibilização para iniciar o estímulo. Portanto, o melhor é fazer o teste e constatar se a coleira seria realmente a causa. Qualquer dúvida escreva.

meu Deus eu ja estava ficando maluca aqui! muito muito obrigada! meu chihuahua sempre faz isso quando eu chego em casa e eu fico sempre pensando que ele engoliu algo,por mais que eu seja super cuidadosa com tudo ao redor dele!

Bom dia Liz. Isto é mais comum do que se pensa e muitas pessoas não conhecem. Ficamos feliz em ter ajudado.

Queria agradecer pelo blog! Minha shih Tzu já apresentou esse comportamento 2 vezes e fiquei desesperado ambas as vezes… Fico muito feliz e tranquilo por agora saber o que é e como reagir!!
PARABENS!

Bom dia Breno. Muito obrigada, é muito bom saber que estamos ajudando a esclarecer suas dúvidas, este é o principal objetivo deste blog, informar, para que as pessoas saibam como agir em relação aos seus animais de estimação. Muitas vezes uma simples informação evita sofrimento e salva vidas. Quando tiver dúvidas escreva.

Ola , o meu gatinho tem quase esse problema , mas o problema dele eh q ta com alguma coisa na garganta, ele parece q nao consegue durmi direito , respirar direito pela boca, vive tipo rocando com boca aberta,
como se tivesse algo na garganta e
no final como se fosse tipo querendo ingolir , oq sera isso?

Bom dia Rodrigo. Gatos não respiram com a boca aberta, quando isto acontece existe alguma coisa errada. Obstruções nas vias aéreas superiores, problemas pulmonares ou cardíacos. Dificuldade para engolir pode ocorrer nas infecções da mucosa oral por problemas dentários, viroses entre outras causas. Portanto é fundamental que você leve o seu gato para consultar, um exame detalhado deve ser feito, e possíveis exames de imagem.

Qual e o sintoma do primeiro video ?

Bom dia Marta. Como o vídeo mostra, o cão puxa o ar com mais intensidade fazendo muito ruído. Os episódios ocorrem devido a estímulos alérgicos ou agitação excessiva.

Ola meu cachorro yorkshire mais a noite tem essa tosse que parece que esta engasgando e quase vomita isso dura 2-3min sempre tossindo como o primeiro video ele so tem 2 aninhos mas sempre teve isso mas tenho a sensacao que agora esta a ter mais tempo . Acordo com ele a noite parecendo que nao tem ar tal e qual como no primeiro video que devo fazer nessa situacao ? Pensei que ele pudesse ter algo na gargante um osso ou assim que fizesse isso mas agora acho que nao e isso

Bom dia Marta. No espirro reverso eles normalmente não tem engasgos, o problema ocorre na inspiração, quando o cão puxa o ar com o nariz, as crises são desencadeadas por estímulos alérgicos ou agitação. Portanto faça uma consulta para excluir outras causas, os engasgos podem ocorrer na verminose, problemas cardíacos, respiratórios, um exame clínico detalhado e possíveis exames de imagem podem ser necessários para fazer o diagnóstico correto.

Minha cadelinha de 12 anos teve pneumonia, mas eu tratei e ela ficou boa. Só que depois desse evento, ela continuou tossindo, agora de modo mais brando e, sempre, quando fica excitada. A radiografia disse que a traqueia está intacta, mas anteriormente à doença, também foi verificado um probleminha na válvula cardíaca, mas ela jamais tossiu antes da pneumonia, embora o problema do coração já existisse (e parece que é congênito). Enfim: a medicação pós-pneumonia foi a de xarope aerosol e mais um broncodilatador humano, mas nada. Ela continua tossindo. Tenho medo de ficar perambulando por consultórios vets porque já tive duas experiências terríveis: perdi um cão de 1 ano e 8 meses ( por erro) e essa cadelinha que tenho agora quase morreu porque misturaram medicação incompatíveis, mas eu percebi que ela estava mal, pesquisei e encontrei o problema que a vet nem conhecia. Quer dizer… Preciso de uma luz, se puder me indicar. Obrigada.

Boa tarde Solange. Aconselho você a procurar um veterinário especialista, que seja cardiologista. Será preciso fazer alguns exames, além do raio x de tórax, com certeza um ecocardiograma, para avaliar exatamente qual o problema no coração da sua cachorra. A tosse geralmente ocorre por insuficiência da válvula mitral, do lado esquerdo do coração, isto gera um aumento das câmaras do lado esquerdo, átrio e ventrículo, a tosse pode ocorrer por refluxo do sangue para o pulmão, levando a edema pulmonar, um quadro mais grave, ou devido ao aumento do átrio esquerdo que começa a encostar na traquéia gerando um estímulo que leva a tosse. Portanto é muito importante fazer uma avaliação detalhada para iniciar o tratamento específico e evitar a progressão da doença.

Oi,bem isso não tem nada haver com o Espirro Reverso porém me preucupa. Minha cadela Lassie não vomita de jeito nenhum ,parece que quando o líquido chega a garganta ela faz o movimento de engolir como se estivesse engasgada. Isso começou a alguns dias atrás depois que dei arroz com Salsicha ralada . Desde então ela vem apresentando tal comportamento. Oque nunca ocorreu antes.Agradeço se alguém puder me ajudar estou realmente preucupada .

Boa tarde Milly. Muitas vezes isto acontece na verminose, alguns vermes fazem um ciclo onde retornam a garganta. Mas pode ser sintomas de outras coisas, refluxo estomacal entre outros, o melhor é consultar, o exame clínico e possíveis exames laboratoriais ou de imagem podem ser importantes para o diagnóstico.

muito obrigada pelo esclarecimnento sobre o fato. eu ja estava muito preocupada. meu caozinho da raça shit zu teve varias crises desse tipo, fico super preoucada ,sem saber oq ue fazer direito.. bom nao sabia ne . agora ja fico mais tranquila. ele apresenta esses sintomas (puxa o ar com as patinhas esticadas e com esse som ) eu só saia da casa com ele , assoprava as narinas , pois geralmente apresenta isso ,quando tem contato com cheiros fortes, tipo perfume e produtos e limpeza…

muito obrigada pelo esclarecimento….

Boa noite Jesuina. Realmente muitas pessoas e até mesmo alguns profissionais desconhecem essas crises do espirro reverso. É muito bom poder informar para que as pessoas compreendam e aprendam a tratar cada vez melhor os seus animais de estimação.

Bom dia!

Estou com um filhote de Spitz Alemão de 3 meses e após comer a ração ele fica com sintomas parecidos com o mostrado acima. Parece que tenta vomitar e fica fazendo um barulho que parece tosse. Depois de um tempo ele volta ao normal. Estou preocupada. O que devo fazer? Isso pode ser considerado normal ou devo levá-lo ao veterinário?

Bom dia Bárbara. Observe como ele come a ração, muito rápido, o grão é muito pequeno, ele engole inteiro, as vezes quando eles comem rápido demais eles se engasgam, alguns filhotes são muito agitados. Ele já tomou o vermifugo. Caso isso ocorra com muita frequência consulte.

Ele não come rápido, na verdade é um cãozinho bem tranquilo, nem late! Ele tomou o vermifugo no canil, a próxima dose deve ser administrada em 09/12. Posso dar o vermifugo antes dessa data?

Agradeço desde já,
Barbara.

O intervalo entre vermifugos deve ser de 15 a 21 dias se já faz este tempo pode dar novamente mas pese para dar a dose correta e utilize vermifugo de boa qualidade, gosto muito do drontal puppy. Caso continue com engasgos consulte.

muito obrigada pelas orientações.

Olá tenho um horkshire …Ele tem 6 meses e tem esse tipu de tosse ele poe a cabeça enclinada e começa a da um tipu de espirro …Fico procupada …Será por causa que ele ainda nn e vermifugado? Por favor me ajude to mt procupada

Boa Tarde Julia. Melhor você consultar para que seja feito um exame clínico e se preciso um raio x para verificar possíveis alterações na conformação da traquéia. Antes devem ser excluídas outras causas de tosse, engasgos u espirros.

Boa Tarde.
Tenho uma York Shire de 6 anos, e pesa aproximadamente 1,5kg. Faz um ano que a mesma apresentou dificuldade na respiração, levei ao veterinário e o mesmo me informou que ela apresentava um quadro de arritmia cardíaca e me receitou o remédio Lotosin ( cloridrato de Benazepril ) para tratamento. Porém os sintomas não melhoraram e buscando informações na internet descobri que ela possa ter o problema de Colapso de Traqueia. Vocês poderiam me ajudar quanto ao melhor tratamento que devo seguir.

Desde já agradeço.
Maicon Santos

Boa noite Maicon. A alteração cardíaca foi diagnosticada através de exame clínico e exames específicos como raio X, ecocardiograma e eletrocardiograma. Após descartar alterações cardíacas e pulmonares, o espirro reverso e o colapso de traquéia podem ser considerados, mas apresentam características clínicas específicas, portanto converse com seu veterinário.

Boa noite,
foi ótimo tomar conhecimento desse assunto.
Tenho 3 cadelinhas, sendo uma poodle e duas pinscher. A mais velha, hoje com 6 anos, vem apresentando um problema semelhante ao do primeiro vídeo há 2 semanas e estávamos desesperadas sem saber o que fazer e hoje a mãe dela, com 8 anos começou a apresentar o mesmo problema. Como vim morar em apartamento recentemente, eu acreditava que o problema era psicológico ou sentimental, já que deixamos mais a poodle em contato conosco do tipo dormindo comigo. E também pelo fato de termos morado em casa térrea e este problema não ter sido apresentado, gostaria de saber se tem alguma ligação com sentimento ou é apenas uma “crise” ?
Mais uma vez obrigada :)

Bom dia Jéssica. O que inicia o espirro reverso ainda é um pouco desconhecido, mas acredita-se que qualquer estímulo como excitação, odores, compressão da garganta com coleiras pode desencadear o processo. Portanto a ansiedade, seja por estar longe do dono ou por estar em ambiente estranho pode sim levar a crise. O ideal é sempre descartar outras causas de engasgos e tosse, como problemas cardíacos ou de conformação da traquéia, portanto converse com o seu veterinário para fazer alguns exames como raio x, ecocardiograma se necessário. A partir dos 8 anos é importante um acompanhamento, através de exames anuais para avaliar o funcionamento dos rins, fígado, coração. Mas se as crises são frequentes faça uma avaliação.

Olá, minha cachorro deu filhotes e eles tem 10 dias de vida um deles é muito magro e não consegue mamar, agora ele não consegue respirar pelo nariz só pela boca. O que eu faço? obg

Bom dia. Leve este filhote ao veterinário para uma consulta ele pode ter alguma alteração anatômica genética que está dificultando a alimentação. A fenda palatina é uma delas ou obstrução das narinas, somente o exame clínico vai constatar possíveis alterações.

Obrigada pela dica. Vou levá-lo esta semana ao veterinário!

Olá! Tenho um poodle. Hoje ele acordou na madrugada como se estivesse engasgado. Batemos levemente nas costas dele, meu filho pegou no colo e passou. Pode ser espirro reverso? Fiquei preocupada porque foi enquanto dormia, ele já teve isto algumas vezes mas aconteceu durante o dia. Me ajudem, por favor. Obrigada!

Bom dia Grasi. O espirro reverso é muito característico, exatamente como no vídeo, demora um pouco a passar. O ideal é quando acontecer você filmar. Faça uma consulta para descartar outras causas de engasgos como problemas respiratórios, cardíacos entre outros e mostre o vídeo para o seu veterinário, para que ele faça o diagnóstico da causa o quanto antes.

Também adorei a matéria, completa e de fácil entendimento para nós.
Tenho um mestiço de 1 ano e meio que agora apresentou esse negócio. Parece que está engasgado e estica o pescoço prá frente e abaixo a cabeça, tadinho. Ele tomou todas as vacinas, inclusive a tosse de canil, é super bem tratado mas se piorar vou leva-lo ao médico veterinário. Hj particularmente ele teve várias vezes.

Bom Dia Maria do Carmo. Que bom que gostou. Realmente o espirro reverso é muito comum. O melhor é levar ao veterinário para excluir todas as outras causas de engasgos, problemas cardíacos e respiratórios.

Tenho um Pastor Alemão de 1 ano e 3 meses, ele esta com um engasgo….mas não parece com o que vi nos videos, ele fica meio engasgado e lati tbem um pouco engasgado….como o tempo esta seco, achei que podia ser um pouco de irritação na garganta e dei xarope infantil, o q vc acha?

Boa tarde. Alguns cães podem apresentar inflamação na faringe e/ou traquéia por alguns motivos, quando latem muito, quando ficam presos e puxam muito, pressionando a garganta com a coleira, quando comem ossos ou petiscos que quebram em pontas, estes alimentos podem causar uma lesão na garganta quando engolidos. Alguns tipos de verminose causam engasgos. Portanto são vários os motivos, o melhor é consultar o veterinário para que seja feito o diagnóstico correto.

Muito bom!!!
Parabéns e obrigado pela dica.

ola tenho 1 lhasa apso que fez 1 ano ele começou com um acesso de tosse e trava as patas parece que vai cair duro e logo no final sai uma espuma branca e as vezes vomita a ração… vou chamar um vet pois estou preocupada , espero q nao seja nada grave pois amo meu peludo é como se fosse meu filho !!!!
belo post parabéns!!!!!

Bom dia Rosangela. Com certeza o melhor é fazer sempre o diagnóstico correto através do exame clínico e possíveis exames complementares. A tosse pode ter muitas causas como alterações anatômicas, verminose, cardíacas, respiratórias, inflamações em geral, entre outras. Quanto antes o diagnóstico for feito melhor para evitar possíveis sequelas. Obrigada.

BOA TARDE !

Eu comprei um filhote de maltes com 3 meses, no domingo, 17/08, ele apresentou alguns engasgos esporádicos, só que agora passou a ser mais frequente, como por exemplo quando ela está dormindo acorda engasgando como se fosse vomitar, vem a ancia de vomita não sai nada e passa o engasgo. O que pode ser ?

Boa tarde. Existem alguns tipos de vermes que podem causar engasgos no filhote, verifique se ele foi everminado corretamente, com um vermífugo de boa qualidade e se fez o reforço 15 a 21 dias após. Caso apresente vômitos ou engasgos com falta de ar o melhor é levar para o veterinário.

Muito úteis essas informações! Muito obrigada!

Bom dia.
Tenho uma Shih Tzu que acabou de completar um ano de vida, acontece com ela igualzinho no vídeo acima, parece que está engasgada e logo volta ao normal, ás vezes acontece quando ela está comendo e ás vezes não. A diferença é que quando acontece isso, ás vezes no final acaba saindo uma água branca , espécie de saliva ou até mesmo vômito (ração). Isso pode acontecer, ou não é o mesmo que no vídeo? Desde já, obrigada.

Boa Tarde Letícia. No espirro reverso normalmente eles não tem engasgo com eliminação de saliva ou alimento no final. Este sintoma precisa ser investigado, para saber as possíveis causas. Alguns tipos de verminose podem causar isso. Muitas vezes os cães comem muito rápido e acabam engasgando. Raramente um filhote tem alterações cardíacas a não ser que sejam genéticas, mas é outra causa que precisa ser investigada. Converse com o seu veterinário.

Olá, meu filhote de spitz alemão anão começou essa noite a ter um episodio de falta de ar com tosse e no final parece q vai comitar mas nao sai nada. Ele não dormiu a noite inteira,nem eu com o barulho, que é muito perturbador. Até agora nao parou, foram muitos e muitos seguidos, ja perdi a conta. Nao consigo ver nada na garganta dele, seria então o espirro reverso? Desde ja agradeço.

Boa tarde. Acredito que não seja o espirro reverso pelo que você descreveu. Episódios de tosse alta frequente podem ocorrer na tosse dos canis, uma doença que causa uma inflamação da traquéia, existe vacina para combater esta doença. Neste caso você deve consultar o seu veterinário para fazer o diagnóstico correto e descartar possíveis causas respiratórias e cardíacas. No blog tem um vídeo que mostra exatamente como ocorre o espirro reverso, o animal puxa o ar com muita força e som característico.

Minha cachorra de 4 anos esta apresentando uma tosse que parece como se tivesse algo na garganta e no final como se fosse vomitar, isso ocorre com maior frequencia a noite de madrugada, faz uns 20 dias ela teve provavelmente cinomose, estava com a vacina em dia, e ficou 15 dias sem comer, sobreviveu com soro e medicaçao, agora ela ja esta se alimentando super bem e esta animada, so esse engasgo que nao para. A veterinaria prescreveu artrin, estamos observando para ver se tem alguma melhora. Nao sei mais o que fazer, alguma sugestao do que podemos investigar ? Obrigada

Boa tarde Raquel. Existem muitas causas de tosse com engasgo. Tosse de origem cardíaca normalmente ocorre a noite, quando o animal está em repouso, a tosse de origem respiratória normalmente ocorre de dia, quando o animal está em movimento. Somente um exame clínico poderia determinar a possível causa, acompanhado de exames de imagem, raio x, ultrassonografia, ecocardiograma. Procure conversar com a sua veterinária.

Obrigada pela resposta, vou investigar estas possibilidades junto com a veterinária.
Otimo dia pra vcs

minha cadelinha ta com o nariz seco e amuada. triste, engasgando e vomitando agua e as vezes raçao. to com medo. ja prendi o nariz dela mas nao adiantou.me ajude

Olá você precisa fazer uma consulta, não tem nada a ver com espirro reverso.

Temos em casa três cadelas: 1 poodle e 2 sem raça definida (filhas da poodle). Incrivelmente, ambas apresentam esse mesmo sinal. No entanto, uma das filhas tem, recentemente,apresentado esse tipo de “tosse” com bem mais frequencia ultimamente. Vale informar aqui que o que ocorre com ela é muito semelhante ao mostrado no primeiro vídeo, bem como por coincidência ela também é bem parecida com o cão do vídeo citado. Peço perdão a “ignorância”, mas não entendi bem o que deve ser feito no momento dessas “crises”. Desde já, agradeço a ajuda (já me ajudou só em eu ter encontrado essa postagem)

Bom dia Anderson !
Desculpe a demora em responder. Quando o cão apresentar este problema você deve fechar o nariz dele com a mão, isso força ele abrir a boca para respirar e acaba também deglutindo o que faz parar o processo respiratório. Obrigada.

Muito boa dica! Tenho um cão da raça pitbull que tem esse comportamento desde bb , hj ele já está com 9 anos e isso acontece esporadicamente. Agora , graças ao blog , sei como lidar ! Obrigada!

Realmente muitos cães tem este problema e a maioria das pessoas e até mesmo alguns profissionais desconhecem. Muito bom poder ajudar, estamos a disposição para qualquer dúvida.

Meu cão de 8 meses, um pastor, também parece estar tendo esse problema. Esporadicamente quando pego ele pela coleira pra prender e ele puxa muito acontece isso … Parece realmente que tem algo bloqueando sua passagem de ar. Mas ele faz com pouca freqûencia e durante pouco tempo…

Ótima Postagem

Bom dia Ícaro !
Quando você pressiona a região do pescoço pode estimular o processo. Mas muitas vezes o cão está em repouso e apresenta. Qualquer dúvida escreva. Obrigada.

Boa noite Renan. Não se preocupe, a sua veterinária está conduzindo muito bem o caso, com certeza vai descobrir a causa da tosse e tratar da melhor maneira possível. Com a medicação prescrita já houve uma melhora muito significativa, confie no tratamento e faça a medicação exatamente como prescrita. Tenho certeza que tudo vai dar certo.

Oi, voltando aqui pra dizer que a Filó esta muito bem, a sua médica veterinária foi muito especial no caso, e nos fez entender o que estava acontecendo, foi constatado no exame de sangue a doença do carrapato, já estamos medicando e tudo esta ótimo graças a Deus, vamos repetir o exame quando acabar a medicação, muito obrigado pela atenção de vocês. Beijooos

Boa noite Renan. Que ótima notícia, realmente sua veterinária está de parabéns, conduziu o caso muito bem desde o início, isto é muito importante. Repita o exame no final do tratamento, e siga as orientações de sua veterinária, com certeza tudo vai dar certo. Quando precisar escreva.

Escrever um comentário