Adquirindo um cãozinho saudável

14

 

Você tem dúvidas sobre qual filhote comprar ? Qual a raça ? Macho ou fêmea ? Onde comprar ? Como saber se o filhote está bem de saúde ? Algumas dicas para ajudar você a escolher o filhote que melhor se adapta ao seu estilo de vida.

 

1) Qual raça devo escolher ? Uma boa escolha evitará futuros problemas  de convivência. Cães de médio e  grande porte exigem espaço, não podem ser criados em apartamento, cães muito pequenos não devem ser dados a crianças,  pois, são muito frágeis. Cães de pêlo longo exigem escovação e tosa freqüentes, portanto,  maior  tempo  disponível, além de frequentar o pet shop semanalmente. O temperamento também é muito importante, o cocker é mais agitado e brincalhão, o pincher é mais agressivo.  Algumas raças como o pinsher e o dachshund latem muito, portanto, podem incomodar os vizinhos. Cães de pêlo curto, ao contrário do que muita gente pensa, perdem muito pêlo, o tempo todo, já shnauzer e poodle não perdem pêlos. Procure o máximo de informação possível sobre a raça, antes de comprar, alguns cães não se adaptam por sua natureza exigir condições específicas de ambiente. Qualquer dúvida escreva, tentaremos ajudar para que você faça a escolha certa.

 

2) Devo escolher macho ou fêmea ? Fêmeas são mais companheiras, mais dóceis, mais higiênicas,mas a partir  dos 6 meses entram no cio, cada ciclo dura em torno de 20 dias e se repete  a  cada  6 meses.  O macho,  a  partir  dos  6  meses pode iniciar a marcação de território, urinando em vários locais da casa. Tanto o macho quanto a fêmea podem ser castrados, isto evita que a fêmea entre no cio e evita que o macho faça a marcação de território. Está comprovado que se a fêmea for castrada antes do primeiro cio, o risco de apresentar tumores de mama reduz em mais de 90%. A castração só traz benefícios.

 

3) Onde comprar ?  Evite  comprar  filhotes em feiras e lojas,  estão  muito  expostos,  o  risco  do  filhote  adquirir uma doença  infecto-contagiosa é muito grande. Compre filhotes de canil especializado ou de particulares com boas referências. Visite o local, observe principalmente a higiene do ambiente e dos animais. Procure referências, muito importante.

 

4) Como escolher o filhote? Não escolha o mais quieto, ele pode não ser saudável ou pode ficar com temperamento submisso e medroso, também não  escolha  o  mais  agitado,  ele  é  o  dominante,  pode  ficar  rebelde  e  apresentar problemas  de  temperamento.  A  idade,  não  compre  filhotes  com  menos  de  30  dias,  eles  ainda  podem  estar  mamando e  são  muito frágeis, o ideal é comprar com 45 dias, pois, já estão acostumados com a alimentação sólida e são bem mais ativos. Como saber a idade;  olhe  os  dentes, eles  começam a nascer em torno dos 30 dias,  filhotes  com  45 dias  já  possuem  a maioria  dos dentes. A saúde: primeiro,  olhe  o  filhote  em  movimento,  verifique   se  tem  uma  boa  coordenação. Após,  comece  pela  cabeça,  os  olhos  devem estar brilhantes, sem secreção, gengiva rosada, gengiva clara pode ser um sinal de anemia, ouvidos limpos,  sem  secreção  ou  mal  cheiro, a presença pode ser um sinal de inflamação no ouvido, nariz sem secreção. Verifique o peso, as vértebras  da  coluna  e  as  costelas  não  podem estar salientes, um sinal de pouco peso, a barriga  não pode  estar  saliente  demais,  um  sinal  de  verminose. Verifique o umbigo, não deve estar aumentado, um sinal de  hérnia. Olhe a pele e os pêlos, não  pode haver feridas e nem falhas na pelagem.

5) Após  escolher  o  filhote,  não  esqueça  de  perguntar ?  Qual  a  alimentação   que  o  filhote  está  recebendo, nenhuma  mudança  brusca  deve ser feita,  pois,  pode  provocar  diarréia.  Pergunte  se  já  tomou  vermífugo,  qual  a  idade  da everminação, o nome do remédio, a dose e quantas vezes tomou. Pergunte se já tem vacinas, caso tenha,  exija   carteira  de  vacinação ,  com  selo  da  vacina  e  assinatura  do  veterinário  responsável.  Outro  fator  muito  importante,  exija  uma garantia de no mínimo 7 dias,  com  direito  a  devolução  do  filhote  se este apresentar uma doença infecto-contagiosa, pois, algumas levam a morte em apenas 5 dias, mesmo com tratamento.

 

6) O primeiro dia com o filhote: Procure colocá-lo já no seu  local  definitivo,  neste  local não deve haver tomadas acessíveis e deve ser abrigado de correntes de ar. Não  esqueça,  o filhote  é  muito  curioso  e gosta de morder tudo, portanto, retire  objetos  perigosos,  os  pequenos, que  podem  ser engolidas, produtos químicos, entre outras coisas. Coloque jornal em todo o chão, ou utilize o tapete higiênico, coloque a cama,  potes  de  água  e  comida  e  brinquedos,  ele  vai  chorar, procure dar carinho e  muita  atenção, mas  não o tire do local.  Caso  ele  não  queira  se alimentar e/ou apresente um pouco de fezes moles, pode  ser  normal, uma  reação causada  pelo stress da separação, mas deve ser passageiro, não mais que um dia. Procure não levar  o  filhote  para  vários locais, não o coloque no chão,  principalmente  na  rua ou  em  parques ,  evite  o  contato  com  várias  pessoas  e  com  outros  animais , caso  tenha  contato  com  outro   animal ,  certifique-se  que  este  esteja saudável.

 

7) A primeira consulta: Muito importante, deve ser  feita  o  quanto antes, o  veterinário  irá  verificar  se  o  filhote  está realmente saudável, irá orientá-lo quanto ao esquema de vacinação, everminação e a maneira de melhor cuidar  do  seu filhote, alimentação mais indicada, hábitos  de  higiene,  entre  outras coisas que são muito importantes para  que o filhote cresça sempre saudável.

Cão & Cia Clínica Veterinária e Pet Shop  3213 1165

Dra. Débora Pinto

 

4 Comments

  • Isabel Leite Posted 21 de setembro de 2014 5:03 am

    Estou querendo comprar um husk siberiano em um canil, como posso saber antes de compra-lo se tem sarna negra ? Pois já comprei um filhote em um canil que tinha esta doença e não desejo isto pra ninguém.

    Responder
    • caoecia petshop Posted 21 de setembro de 2014 2:07 pm

      Bom dia Isabel. Difícil saber, o criador não vai informar se seus cães apresentam sarna demodecica . Criadores sérios devem afastar estes cães da procriação. Acredito que o melhor seria conversar com pessoas que adquiriram filhotes deste canil e conversar com o criador colocando uma cláusula no contrato sobre isso, havendo uma indenização caso ocorra. Claro que ,dificilmente, a pessoa irá devolver o filhote se a sarna se manifestar, pois já existem laços afetivos, mas o criador vai pensar pelo menos no prejuízo financeiro. Acredito que o melhor é realmente buscar informações sobre os filhotes vendidos.

      Responder
  • Daniela Posted 31 de julho de 2014 2:49 pm

    Olá…eu estou quase fechando uma troca que achei pela olx,a moça esta trocando cães por ração.
    Ela me disse que trocariamos 1casal de shit zu de 3 anos por 5 sacos de ração.
    no entento estou meio desconfiada,sera que estoucaindo em um golpe?

    conheço as caracteristicas da raça,meu medo é deles estarem doentes algo assim…como posso saber?

    Responder
    • caoecia petshop Posted 31 de julho de 2014 3:41 pm

      Boa tarde Daniela. Isto é muito incomum, caso queira realmente ficar com os cães leve-os para consulta antes de comprar realmente.

      Responder

Add Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com